Publicado em Deixe um comentário

Cartão autografado por Serena é vendido a preço recorde em leilão

Um cartão de novata autografado por Serena Williams, impresso em 2003, se tornou o cartão de esportes feminino mais caro de todos os tempos, após ser arrematado por 44.280 dólares em um leilão no fim da semana passada, informou a Goldin Auctions, de Nova Jersey.

O recorde anterior era de 34.440 dólares por um cartão de novata da ex-jogadora norte-americana de futebol Mia Hamm, vendido em junho.

A ESPN noticiou que o cartão de Serena foi comprado pela plataforma de negociação de ativos alternativos “Alt” em nome de um comprador privado.

“As pessoas estão aceitando cartões comerciais femininos como itens colecionáveis”, disse o fundador da Goldin Auctions, Ken Goldin, à ESPN.

Serena, de 40 anos, que ainda está em busca do 24º título no Grand Slam, não compete desde agosto, quando saiu mancando da primeira rodada em Wimbledon.

Publicado em Deixe um comentário

Big John, o maior tricerátope conhecido, é leiloado por US$ 7,7 milhões

O esqueleto de “Big John”, o maior tricerátope conhecido, com 8 metros de comprimento e 66 milhões de anos de antiguidade, foi leiloado em Paris nesta quinta-feira, 21, e adquirido por um comprador americano por 7,7 milhões de dólares.

Esse valor (despesas incluídas) é muito superior ao preço inicial estabelecido pela casa de leilões francesa Drouot, de 1,1 milhão de dólares, mas está longe do recorde alcançado por um esqueleto fóssil de dinossauro. Esta marca ainda é de um Tiranossauro rex, comprado por 31,8 milhões de dólares, em outubro de 2020, em Nova York.

No total, 13 pessoas deram lances por “Big John”.

O futuro dono deste tricerátops foi a Paris para conhecer o esqueleto durante o período de exibição ao público, em setembro, e acabou “se apaixonando” por ele, explicou seu representante no leilão.

Assim, “Big John” voltará para os Estados Unidos, onde foi descoberto, em 2014, pelo geólogo Walter W. Stein Bill no estado da Dakota do Sul. Em tese, fará parte da coleção do comprador anônimo.

Este tricerátopo pertence à época do Cretáceo Superior, a última era dos dinossauros na Terra. Viveu em Laramidia, um continente insular alongado que ia do Alasca ao México.

“Big John” morreu em uma zona inundável e ficou enterrado na lama, o que explica seu nível de conservação. Seu esqueleto está 60% completo, e partes como o crânio, 75% completas.

Números astronômicos

Graças à colaboração com as universidades italianas de Bolonha e Chieti, foi possível estudar seus fósseis. Isso permitiu descobrir que o crânio de “Big John” é 5% a 10% maior do que o dos 40 crânios de tricerátops até então estudados por cientistas.

Os pesquisadores também analisaram uma linha de laceração perto do crânio, que pode ser o resultado de um ferimento causado por uma “chifrada” durante uma briga de “Big John” com seus colegas. Esta espécie era dotada de dois longos e pontiagudos chifres frontais.

O leilão desse esqueleto é mais um exemplo do fervor em torno desse tipo de fóssil.

Os esqueletos de dinossauros vendidos nos últimos anos atingiram cifras astronômicas nesses tipos de mercado. Uma má notícia para centros de pesquisa e museus públicos que não têm como concorrer com estes preços nos leilões.

“Não podemos competir”, lamentou o diretor do Museu de História Natural de Toulouse (sul da França), Francis Duranthon, em recente conversa com a AFP.

Estes preços “equivalem a 20 ou 25 anos do nosso orçamento de compras”, acrescentou.

A casa Drouot já vendeu alguns fósseis de esqueletos por grandes quantias. Entre 2018 e 2020, dois aleossauros foram vendidos por 1,6 milhão e 3,5 milhões de dólares. Em 2020, porém, a casa não encontrou compradores para várias espécies, já que o preço mínimo proposto pelo vendedor não foi atingido.

Publicado em Deixe um comentário

Leilão da Justiça Federal tem 70 imóveis com descontos de até 50%

A Justiça Federal irá leiloar no dia 25 de outubro cerca de 70 imóveis com descontos de até 50%. Os imóveis estão localizados em diversas cidades no estado de São Paulo. São terrenos, casas, apartamentos, galpões, salas comerciais e loja disponíveis para ser arrematados.

Os imóveis estão localizados em diversidades localidades como Álvares Machado, Barretos, Bauru, Fernandópolis, Igaraçu do Tietê, Itupeva, Ipiranga, Jaú, Jundiaí, Lins, Ourinhos, Perdizes, Piraju, Promissão, Presidente Prudente,  Ribeirão Preto, Santana, Saúde, Santo André, Santos, São Carlos, Santa Cruz das Palmeiras, Tambaú, Vila Mariana, Vila Matilde, Vila Prudente.

Neste leilão, os imóveis são oriundos de ações de dívidas fiscais, cíveis e criminais. Os lances iniciais variam de 8.000 reais, para um lote de terreno de 300 m², em Cananeia, a 112 milhões de reais, por uma gleba de terras de mais de 62.000 m², no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Dependendo do imóvel, o pagamento pode ser feito à vista ou parcelado, o que pode ser verificado no edital do leilão.

Entre os destaques estão uma casa de 193,47 m², conforme IPTU 2016, com três quartos, sendo uma suíte, sala piso de madeira, garagem total coberta e edícula — localizada na cidade de Bauru avaliado em 300.000 reais e terá lance mínimo de 150.000 reais. Um apartamento na Vila Matilde, na capital paulista, avaliado em 290.000 reais e terá lance inicial mínimo de 145.000 reais. Todos os itens a ser leiloados estão no site da Fidalgo Leilões.

Qualquer pessoa física ou jurídica poderá participar do leilão. Para toda aquisição de imóvel, Douglas Fidalgo ressalta que deve ser feita pesquisas como o valor do imóvel no mercado, se existem outras dívidas, estado de ocupação e conservação do bem.

Publicado em Deixe um comentário

Empresa de leilões online Superbid pede registro para IPO

O grupo de leilões online Superbid pediu registro para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em busca de recursos no mercado para financiar seu plano de expansão.

Criado em 1999, o Superbid tem plataforma própria de leilões e aluga infraestrutura para transações feitas por terceiros na venda de produtos que incluem desde automóveis retomados por bancos e seguradoras até imóveis e equipamentos industriais.

A partir de 2007, iniciou operações no exterior, começando pela Argentina, movimento que depois chegou também a Chile, Colômbia e Peru. As operações internacionais, que representam cerca de 30% do faturamento total, devem incluir em breve operações no Paraguai e Uruguai.

No prospecto preliminar da oferta apresentado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia afirma que por meio de seus sistemas foram transacionados cerca de 1,63 bilhão de reais em 2020. Nos primeiros nove meses deste ano, foram computados outros 1,33 bilhão de reais em vendas.

Na oferta, que será coordenada por Itaú BBA, XP, Safra e Credit Suisse, a companhia pretende usar os recursos da venda de ações novas para fazer aquisições estratégicas, desenvolver sua fintech e para pagar dívidas bancárias.

Além disso, atuais acionistas da companhia, que incluem sócios do tradicional grupo leiloeiro Sodré Santoro, planejam vender uma fatia no negócio.

  • Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.