Primeiro leilão de NFTs da Sotheby’s no metaverso movimenta R$ 100 milhões

O primeiro leilão de arte digital em NFTs realizado em um metaverso pela tradicional casa de leilões Sotheby’s chegou ao fim na terça-feira, 26, com números bastante impressionantes. Foram mais de 1.500 lances, com mais de 100 milhões de reais movimentados.

Chamado “Natively Digital 1.2: The Collectors”, o leilão contou com 53 NFTs, dos quais três foram vendidos por preços recorde: o Ape #8817 da série Bored Ape Yacht Club, o PEPENOPOULOS, da coleção Rare Pepe, e o Self Portrait #1 de Dmitri Cherniak.

Um dos NFTs mais raros da coleção de desenhos de macacos entediados, o Ape #8817 foi vencido por 3,4 milhões de dólares, ou quase 19 milhões de reais. Já o Pepe, que faz referência ao especialista em bitcoin, Andreas Antonopoulos, foi arrematado por 3,6 milhões de dólares (20 milhões de reais) — um outro Rare Pepe à venda no leilão, que remete ao criado do bitcoin, Satoshi Nakamoto, foi arrematado por 250.000 dólares (1,3 milhão de reais). Já a obra de Cherniak saiu por 2,7 milhões de dólares (15 milhões de reais).

Os altos valores dos três NFTs têm relação com a raridade dos mesmos e, claro, o interesse dos investidores pelas coleções. O Ape #8817, é do 1% de macacos com pelo dourado e, segundo o Raarity Tools, o 17º mais raro de toda a coleção.

Já o PEPENOPOULOS é, de acordo com Max Moore, codiretor de Digital Art Sales da Sotheby’s, um dos sete NFTs únicos Rare Pepes. Sobre a obra de Dmitri Cherniak, ele afimou que “Representa o início da gênese de seu trabalho artístico e foi adquirido por um colecionador que realmente valoriza não só o artista mas também a importância e o significado de seu trabalho até o momento e como ele existirá no futuro”.

O primeiro leilão no metaverso realizado pela casa de leilões que tem 277 anos de existência ainda contou com outros NFTs famosos, como CryptoPunks, CryptoKitties, Cool Cats, MoonCats, entre vários outros.

Além de mostrar que o mercado de arte digital em blockchain segue aquecido, o leilão mostra como instituições tradicionais observam com atenção o desenvolvimento do mercado cripto, buscando se aproveitar e participar de seus processos de inovação.

Os NFTs formam um mercado gigantesco atualmente, chegando a movimentar cifras bilionárias todos os meses. Segundo o DappRadar, foram 10,7 bilhões de dólares (60 bilhões de reais) movimentados no setor apenas entre julho e setembro.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Primeiro leilão de NFTs da Sotheby’s no metaverso movimenta R$ 100 milhões
Rolar para o topo